Brasil: acesso à internet nos smartphones é maior via Wi-Fi

Recentemente, uma análise da OpenSignal sobre as conexões móveis no mundo demonstrou que o Wi-Fi ainda é fundamental para usuários de smartphones no país. Ao todo, o levantamento contou com uma 19 bilhões de amostras coletadas em mais de 1 milhão de smartphones, em 87 países.

Diferenças no uso de dados móveis são gritantes entre alguns países, principalmente quando o assunto é a velocidade. A Coreia do Sul, por exemplo, continua na frente com a rede mais rápida, contando com uma velocidade média de download de 37, 5 Mbps, enquanto alguns países não chegam a 3 Mbps.

wi-fi-futurecom

No último relatório, que data agosto de 2016, apenas nove países tinham velocidades médias de 20 Mbps ou mais. Em novembro do ano passado, eram apenas 13: além da Coreia, Noruega, Hungria, Cingapura, Austrália, Holanda, Dinamarca, Lituânia, Suécia, Japão, Taiwan, Canadá e Bélgica. O Brasil possui uma marca de 8,8 Mbps de acordo com a pesquisa, o que deixa o país atrás do Peru, do Uruguai e do Chile.

Nas conexões Wi-fi, também há grande diferença entre os países. Na Nigéria, o uso do Wi-fi responde por apenas 10% do tempo conectado via smartphone, enquanto o Brasil ocupa a 27ª posição, tendo as conexões Wi-fi responsáveis por 53,4% da navegação ‘móvel’.

As avaliações dos dados coletados pela OpenSignal demonstraram que o Wi-fi aina mantém uma grande relevância, mesmo diante do claro avanço das redes móveis mais modernas de 4G.

Para acompanhar toda a movimentação dos mercados de TI, Internet e Telecom, visite nosso blog semanalmente e encontre as atualizações mais importantes dos segmentos. Além disso, participe do Futurecom 2017, o mais qualificado evento da América Latina nas três áreas supracitadas.

Por redação Futurecom.