Cresce número de malware produzidos diariamente, afirma relatório

Antes de tudo, precisamos perguntar: você sabe o que é um malware? Se não sabe, sem problema, nós contamos para você. Em linhas gerais, malware é o nome abreviado para “software malicioso”, ou seja, um malware é qualquer tipo de software indesejado que é instalado em seus dispositivos sem a sua autorização. Exemplos comuns de malwares são os vírus, worms e cavalos de troia que, quando agrupados, podem ser chamados todos de malware.

malware-crescimento-futurecom
Foto: reprodução/ beevoz

Dessa maneira, de acordo com um relatório produzido pela G Data, representada no Brasil pela FirstSecurity, no primeiro semestre desse ano mais de 1 milhão e 700 mil novas ameaças como as citadas acimas foram detectadas, um registro que soma um aumento de mais de 30% em relação ao mesmo período de 2015.

O levantamento ainda afirma que a cada minuto surgem 6,5 novos programas maliciosos, e que eles são dedicados exclusivamente aos aparelhos móveis. O número é bastante alarmante, porque enquanto a quantidade de tipos de vírus de computador contra os usuários do Android somava 3.800 espécies em 2011, após 5 anos o número de malware subiu 44.737%.

Isso tem ocorrido porque os cyber criminosos descobriram uma outra maneira de contaminar os aparelhos. Anteriormente, malwares entravam nos sistemas a partir de downloads inseguros, no entanto, agora eles conseguem penetrar até mesmo se você apenas visita um website que foi manipulado por alguém mal intencionado.

O relatório aponta para um indicativo: investir em segurança digital é algo cada vez mais necessário. Se você quiser conferir o relatóri o na integra, é só dar uma olhada aqui: http://bit.ly/2aVxMpF.

E para conversar mais sobre malwares e segurança digital, visite o Futurecom esse ano. Nossos expositores possuem tecnologias e conhecimento para compartilhar com você no mais qualificado eventos e TI, Telecomunicações e Internet da América Latina.