Banda larga brasileira é uma das mais baratas da América Latina

A banda larga brasileira é a segunda mais barata da América Latina. É o que aponta um estudo do Instituto de Estudos Peruanos Aileen Aguero, os dados foram coletados pela rede de pesquisa DIRSI (Diálogo Regional sobre Sociedad de la Información).

Foto: Reprodução/ Corbis
Foto: Reprodução/ Corbis

A pesquisa foi realizada em 2014, considerou quase 1.400 planos de oferta de serviços fixos, em 20 países latino-americanos. O levantamento mostra avanços positivos na região, destaque para a redução de 16%, em média, no preço do serviço, e uma queda de quase 30%, nos últimos quatro anos.

O Brasil tem o segundo valor mais baixo em toda a América Latina, o valor mensal da banda larga brasileira é de 12.4 USD PPP (dólar/paridade de poder de compra), atrás apenas da Costa Rica, onde a internet banda larga custa 9,8 USD PPP. Na outra ponta do ranking, está a Argentina, com 59 USD PPP.

A acessibilidade do serviço é a relação entre o custo médio da internet com o PIB per capita. Nesse critério, o Brasil também está bem avaliado. O país está na quarta posição, com 2,8%, um índice bem abaixo da média da região, que é 8.2%. O Brasil lidera o ranking dos preços mais baixos em conexões domésticas, com menos de 100MB de download, com o custo de 0,6 USD PPP.

Confira a Entrevista com Javier Falcon, presidente da Alcatel-Lucent no Brasil e saiba como estará a banda larga no futuro e como ela atinge nosso cotidiano.

Posicionado como o maior evento de telecomunicações e TI da América Latina, o Futurecom disponibiliza as principais pesquisas e estudos de mercado, para manter-se como referência de conteúdo para empresários e stakeholders da área. Acesse nosso site e saiba mais sobre quem somos e entenda como sua empresa pode participar da próxima edição.

Fonte: Convergência Digital, Telebrasil