Como a nuvem híbrida pode acarretar em economia para a corporação

Sabe-se que para ter sucesso uma empresa precisa inovar em tecnologia, otimizar as experiências de seus clientes e digitalizar seus processos. Porém, poucas corporações já implementaram de maneira inteligente as plataformas tecnológicas necessárias para alcançar esta lista de objetivos.

Imagem: Reprodução/Corbis
Imagem: Reprodução/Corbis

Para viabilizar esses projetos de maneira mais veloz, a nuvem híbrida surge como uma das principais ferramentas para os negócios digitais, e sua adoção tem três pontos principais:

O primeiro é a própria natureza dos negócios digitais, visto que as empresas precisam se adequar as necessidades dos clientes, que pretendem fazer o que bem entenderem, através do dispositivos que acharem convenientes. Esse comportamento dos clientes torna a adoção dos serviços em nuvem crucial para o sucesso dos negócios.

A agilidade é outra força motriz do crescimento da nuvem. O negócio digital não e uma estratégia que pode ser tomada uma vez e deixada de lado; trata-se de um compromisso constante entre a companhia e o cliente, onde o cliente exige um trabalho dedicado e de interações rápidas. Este tipo de velocidade requer uma plataforma rápida e inteligente: a nuvem híbrida.

Por último, entra a redução de custos que a implantação da nuvem híbrida gera para a empresa. Em análises de mercado, a McKinsey e a EMC concluíram que a migração à nuvem híbrida pode reduzir os custos da empresa em até 24%, devido a um gerenciamento mais eficaz, que rende uma economia em gastos com hardware.

Ainda há ganhos maiores, com custos de licenças e manutenção de software, por exemplo. A nuvem é a forma encontrada para aposentar o software de gerenciamento de dados e a infraestrutura necessária para ele.

Em suma, a economia da nuvem está na redução de gastos operacionais. A aplicação da nuvem híbrida reduz de maneira drástica a quantidade de trabalho para a instalação de novos softwares, e também o monitoramento, ajustes e infraestrutura. Tarefas que, habitualmente, demoravam dias ou semanas para serem resolvidas, passam a ser realizadas em minutos. Automatizando o trabalho manual, a nuvem híbrida acarreta em uma forma mais enxuta de gerenciar o departamento de TI, redirecionando as economias para áreas de maior importância.

Saiba mais sobre nuvem em nossos artigos SaaS, Paas e IaaS: conheça as diferentes estruturas disponíveis de nuvem e Cloud Computing: o que é e qual a importância da nuvem?.

Os painéis do Futurecom 2015 trarão à tona temáticas fundamentais para o futuro do gerenciamento organizacional. As inovações no mercado de TI e comunicações estão revolucionando a forma das empresas lidarem com a tecnologia em vários âmbitos, e entre os dias 26 e 29 de outubro, grandes expoentes dessa revolução estarão reunidos em São Paulo para apresentarem todas essas tendências da TI global.

Fonte: Corporate CanalTech