M2M Aplicado a Automóveis

1. O que é Machine-to-machine (M2M)

São as tecnologias que se utilizam de comunicações sem fio e rede fixa entre dispositivos de mesma habilidade entre si, em geral sem a participação direta do usuário. Este conceito está se estendendo como aplicações baseada em software processando informações e não somente coletando e acionando remotamente como originalmente. M2M acaba ficando uma tecnologia poderosa pelo crescimento das redes sem fio e pela redução de custos dos dispositivos embarcados.

M2M trata da rede de máquinas, dispositivos conectados na rede móvel (GPRS, EDGE, 3G) para um fluxo de dados permitindo aos usuários monitorar e controlar suas instalações remotas, facilidades, ativos a partir de uma central ou através dos seus aparelhos móveis.

 2. Principais áreas de utilização para o segmento veículos:

GPS on Lake

a)     Segurança (furtos) e monitoramento de localização de veículos individualmente ou em frotas. Modelo “pay-as-you drive insurance”

b)     Assistência emergencial (eCall na Europa: atendimento rápido aos motoristas envolvidos em acidentes em qualquer parte da comunidade européia)

c)     Entretenimento e acesso à Internet em veículos (maior fonte de renda para as operadoras móveis, prevendo-se para 2020 80% do tráfego e 70% das receitas no negócio com M2M em veículos)

d)     Recuperação de veículos e assistência rodoviária em caso de furtos

e)     Navegação assistida (GPS e tráfego inteligente orientando os motoristas por vias alternativas)

f)      Comunicação por voz

g)     Manutenção assistida de veículo em tempo real monitorando os componentes do veículo e indicando necessidade de manutenção localizando locais de assistências mais próximos

h)     Envolve a combinação de aplicações de B2B (business to business)B2C (business to consumer)B2B2C (business to business to consumers) em caso de frotas de veículos e automação da força de vendas.

i)      O crescimento do uso de carros elétricos no futuro demandará necessariamente uso do M2M para monitorar carga e locais de carregamento das baterias.

j)    Os negócios com M2M para as Operadoras Móveis demandam uma acuidade maior nas variações da demanda e das aplicações. Algumas produzirão tráfego bem pequeno embora o valor agregado para os usuários seja grande (exemplo segurança e monitoramento) outras o tráfego será grande no caso de entrenimento e acesso à Internet.

3.      Tendências mundiais de curto prazo (2012-2013) Fonte: Macina Research

a)     Alianças entre operadoras para cobrir globalmente as aplicações M2M

Vodafone é referência nas alianças. Outras envolvem Deutshe Telekom, Telefónica, ATT e outras.

b)     Alianças globais para M2M entre Operadores por Satélite e Integradores de Sistemas

Imarsat, Irridium, Logica

c)     Produtos como Android @home aumentarão o domínio de mercado

Moradores adotando pouco a pouco as aplicações na automação residencial com uso intensivo de smatphones e tablets

d)     2G será aceitável como uma opção de tecnologia de longo prazo

Baixo tráfego e receitas baixas e chipset 3G mais caros podem viabilizar o 2G

e)     Algumas plataformas M2M atualmente parceiras com as Operadoras de Comunicações poderão se tornar competidoras

Desenvolvimento das plataformas com facilidades de uso podem potencializar a competição

f)     Huawei lançará sua plataforma M2M

Movimento tático para aumentar volume de vendas de dispositivos M2M

g)     Haverá reestruturação no mercado de módulos/chipset de M2M

Tradicionais produtores M2M, Cinterion, Telit, Sierra Wireless and SimCom, buscarão maior escala pela pressão nas suas margens de lucro

h)    Operadoras móveis se posicionarão para obter vantagens no crescimento de dispositivos M2M conectados

Câmeras e consoles de jogos conectados serão a maioria dos dispositivos conectados (35% em 2020) a maioria conectado via WiFi com potencial crescimento das receitas com o devido posicionamento das operadoras

i)     A padronização real será muito mais trabalhosa do que se espera

Estimam-se modestas padronizações devido a grande número de padrões fragmentados

j)    A indústria móvel concordará na definição de M2M e começará a participar ativamente.

Com M2M muito fragmentado a indústria irá se movimentar na busca de consensos sobre as definições sobre dispositivos, aplicações e plataformas.

“The Automotive sector represents a huge opportunity for M2M. The benefits of connectivity are obvious in applications such as life-saving eCall or the added functionality of a connected Satnav. In fact, as we migrate to electric vehicles it will be difficult to imagine a time when the car wasn’t connected, so essential will it be to the driving experience. What’s also good news for mobile network operators is that it is one of the few sectors where the thing you’re trying to connect is definitively mobile”.

Matt Hatton, Director Machina Research

4.  Mais segmentos para aplicações do M2M

Um outro setor que poderá ser potencialmente lucrativo será no segmento da saúde com o E-Health Care com monitoração remota de dados de saúde, com grande aumento da eficiência na utilização de leitos em hospitais e rapidez de atendimento nas emergências.  Nos ambientes residenciais e comerciais residem também boas oportunidades de aplicações M2M no conceito deHome Networking.

Finalmente, as aplicações M2M podem se estender virtualmente a qualquer segmento ou ambiente de negócios, decorrendo seu grande potencial de crescimento e também de revisão de modelos de negócios nas empresas envolvidas.

Roberto Heinrich é professor da Universidade Federal do Paraná e Consultor de Telecomunicações