30% dos internautas brasileiros foram vítimas de malwares nesse ano, aponta pesquisa

Há pouco mais de um ano nós contamos para você aqui no blog que o número de malwares produzidos diariamente havia aumentado cerca de 30%. E essa ameaça tem aumentado a uma proporção assustadora: os últimos dados da empresa de segurança cibernética Kasperky Lab aponta que os ataques de malware na América Latina cresceram 59% nos primeiros oito meses de 2017.

Foram 33 ataques ataques por segundo no conjunto de países que compõem a região latino-americana, o que significa que 117.572 de ciberataques por hora. E, infelizmente para nós, o Brasil foi o país mais atingido pelos softwares maliciosos: 30% dos internautas brasileiros foram atingidos por algum ataque desde janeiro desse ano.

Ataque de malwares cresce no Brasil

O maior país da América Latina também lidera um outro índice, o de hospedagem de sites maliciosos. O Brasil abrigou cerca de 84% dos hosts localizados na América Latina que foram utilizados em ataques cibernéticos mundo afora.

Segundo a Kasperky Lab, os países latino-americanos que compõem o top 3 de receptores de malwares são, além do Brasil, México e Colômbia. A maioria desses softwares invadiu os computadores de forma off-line, sendo transmitidos através pen-drives e outras formas de compartilhamento. Dos ataques realizados on-line, cerca de 85% vieram da web, enquanto os outros 15% aconteceram via-email.

Os ataques visando os dispositivos móveis também foram consideráveis, mas em número bem inferior a aqueles que aconteceram via desktop. Segundo a empresa, foram cerca de 931 mil ataques a smartphones nesse período, como adwares e spywares. Como já falamos aqui, os malwares que focam em dispositivos móveis tem grande poder destrutivo contra suas vítimas.

Nós do Futurecom sabemos da importância de discutir e tomar atitudes contra os ataques cibernéticos, por isso o tema é sempre debatido nos painéis do evento. Aproveite para saber as últimas discussões do assunto no próximo Futurecom, que acontece entre os dias 2 e 5 de Outubro, no Transamerica Expo Center, em São Paulo.

 

Por redação Futurecom.