O avanço do Mobile Banking

O Mobile Banking tornou-se a ferramenta preferida pelos brasileiros entre canais de atendimento.

O avanço da tecnologia vem tornando muitos procedimentos mais fáceis e rápidos. O mobile banking é um grande exemplo disso, já que conta com a praticidade do universo mobile dos smartphones. Pela facilidade da ferramenta – e por evitar muitas vezes as burocracias e filas já tradicionais -, o mobile banking ganhou preferência entre canais de atendimento. Segundo a pesquisa Febraban (Federação Brasileira de Bancos) de 2017, o mobile banking chegou a 21,9 bilhões de operações em 2016, enquanto o internet banking apresentou uma quebra de 3 bilhões.

Legenda: Shutterstock
Imagem: Shutterstock

 

Este avanço no uso do mobile banking acompanha o aumento no uso de vários outros serviços em sua versão mobile, como aplicativos de restaurantes e de mobilidade. Assim é notável a mudança nos hábitos da população, que se apoia na tecnologia e suas facilidades em busca de mais comodidade. A possibilidade de fazer transações com o smartphone, independente do local, agregou ao serviço bancário.

Além da clara vantagem em relação à facilidade e rapidez, o aumento do uso do mobile banking reflete os investimentos em tecnologias feitos pelas instituições financeiras. De acordo com a pesquisa Febraban, o montante de aportes em TI somou R$ 18,6 bi no ano passado. Deste valor, 45% foram destinados a softwares, 35% a hardwares e 19% a telecom.

O Sicredi – instituição financeira cooperativa brasileira com mais de 3,5 milhões de associados – disponibiliza atualmente a segunda versão do seu aplicativo de mobile banking. A ferramenta permite auto-atendimento, pagamento de contas, realização de transferências, contrato de crédito, investimentos e outras operações.

Embora as agências bancárias continuem tendo sua importância e suas funções, a tendência é que cada vez mais procedimentos sejam resolvidos através da pequena tela do smartphone. No ano passado, publicamos aqui sobre a perspectiva de crescimento dos serviços mobile. Relembre aqui.